Confinado em um pequeno banheiro, sem acesso à luz solar e morando em meio às próprias fezes. Essa era a situação do Shon na casa onde ele vivia. Não à toa, chegou ao Projeto muito debilitado e assustado.
Aos poucos, esse raríssimo cão está recuperando a sua alegria de viver, fazendo amizades caninas e humanas.
E apesar de ser parecido com um Dachshund, o popular salsichinha, o Shon é único no mundo. E, como um bom curitibano, ele recebeu uma raça que é a cara dele e a cara da cidade.
Agora, a história do Shon finalmente ganhou um capítulo feliz. Na 1ª Feira de Adoção de Raças Únicas, ele foi adotado por uma mamãe cheia de amor para dar.